Amazonas

Amazonas recebe primeiro lote da Janssen. Entenda como funciona esta vacina

O Amazonas recebeu 106 mil doses de vacinas contra a Covid-19, na tarde desta quinta-feira (24/06). Foram enviadas doses de três imunizantes: CoronaVac (52.000), Pfizer (32.760) e Janssen (21.850), esta última entregue pela primeira vez ao Amazonas.

A vacina Janssen, da fabricante Johnson & Johnson, é a novidade desta remessa. A diferença deste imunizante para os demais está na dose única, como explica a chefe do Departamento de Vigilância Epidemiológica da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Adriana Elias.

“Essas vacinas serão destinadas aos públicos dos grupos prioritários, com exceção de grávidas e puérperas nesse momento. Vale destacar que é uma vacina que a única diferenciação das demais já utilizadas na campanha é a dose única. Segue o mesmo mecanismo de administração e conservação das vacinas AstraZeneca e CoronaVac”, explica Adriana. Mas afinal, como funciona essa vacina?

A eficácia geral demonstrada pela farmacêutica no processo de submissão foi de 66,9%. Quando considerados casos graves, a eficácia comprovada foi de 76,7% após 14 dias e 85,4% depois de 28 dias.

Essa vacina utiliza um vetor adenoviral para carregar a informação de construção da proteína S do novo coronavírus para as nossas células. É um processo parecido com o da Covishield, de Oxford/AstraZeneca. Essa proteína é o que o vírus usa para poder entrar no seu organismo e se replicar. A ideia é fazer com que seu sistema imunológico reconheça essa parte e deixe você protegido.

Foto: Arthur Castro/Secom

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: