Amazonas Covid-19

AM: 62% dos mortos na terceira onda da Covid-19 estavam com vacinação atrasada

Segundo levantamento feito pelo Vocativo junto à Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RC), dos 62% das mortes confirmadas por Covid-19 no período de 01/01/2022 a 03/02/2022, quando foi registrado aumento no número de casos, ocorreram em pacientes ou sem vacina ou com esquema vacinal incompleto. Entre as vítimas com esquema vacinal completo, 85% possuíam alguma comorbidade. Neste período foram registrados 152 mortes.

Desses 152 óbitos, 35 não tomaram nenhuma dose das vacinas disponíveis contra a Covid-19. Outros 60 (39,5%) eram pacientes com esquema vacinal desatualizado (com aplicação de doses atrasadas) e apenas 57 (37,5%) eram pacientes com esquema vacinal atualizado.

Vale ressaltar ainda que dos 57 pacientes com esquema vacinal atualizado, 54 apresentam comorbidades: asma, doença hematológica crônica, Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), doença renal crônica, cardiopatia, epilepsia, Síndrome de Down, Pneumopatia Crônica, HIV, Doença Neurológica Crônica, Imunodeficiência, Parkinson, Obesidade e Neoplasia Metastática.

Dos 60 pacientes com esquema vacinal atrasado, 51 apresentavam comorbidades: Diabetes Mellitus, Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), Doença Cardiovascular Crônica, Obesidade, Doença Renal Crônica, Neoplasia de Pulmão, Sequela de Acidente Vascular Cerebral, Cardiopatia, Síndrome de Down, Alzheimer, Doença Hepática Crônica, Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA), Tuberculose, Imunodeficiência, Pneumopatia e Hipotireoidismo).

Até esta sexta-feira (04/02/2022) foram registrados 545.165 casos da doença no estado e 13.998 o total de mortes. Dados parciais do Programa Nacional de Imunização apontam que 5.983.034 doses foram aplicadas em todo o estado até aqui, sendo 2.858.938 de primeira dose, 2.350.762 de segunda dose, 57.515 com dose única, 715.587 de 1ª dose de reforço e 232 de 2ª dose de reforço.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: