Amazonas

Mesmo com UTI’s ainda em colapso, Amazonas libera volta de shoppings e restaurantes

Em transmissão via redes sociais, o governador Wilson Lima anunciou nesta sexta-feira (19/02) mudanças no decreto de restrição de atividades econômicas no Amazonas. A partir da próxima segunda-feira (22/02), será mantida a o toque de recolher entre 19h e 06h, mas permitidas atividades econômicas como restaurantes e shoppings. Dentre as principais alterações estão:

  • Lojas em geral poderão funcionar de 09h às 15h, de segunda a sábado;
  • As vendas por delivery e drive thru continuam de 08h às 17h;
  • Supermercados permanecem abertos entrem no modelo atual, podendo vender produtos de todos os departamentos;
  • Shoppings poderão funcionar de segunda a sábado, das 10h às 16h, com delivery das 08h às 17h e drive thru aberto de 10h às 17h. As praças de alimentação, no entanto, seguem fechadas;
  • Estabelecimentos de ensino podem retormar as atividades administrativas, mas com 50% da capacidade apenas;
  • Estabelecimentos registrados como restaurantes podem funcionar de segunda a sábado das 06h às 16h e os serviços de entrega podem continuar até as 22h e drive thru até18h;
  • Marinas estão permitidas para manutenção preventiva e corretiva;
  • Reformas em residências estão permitidas;

O novo decreto mantém a restrição de funcionamento, mesmo em estabelecimentos localizados em shoppings, das seguintes atividades: academias e estabelecimentos similares; centros de convenções, cinemas, teatros, museus, circos, parques de diversão, brinquedotecas; bares que não tenham atividade de restaurante no CNAE principal; balneários, parques aquáticos e clubes recreativos.

O funcionamento de salões de beleza, barbearias e similiares continua permitido apenas para atendimento em domicílio. Hotéis, pousadas e similares têm funcionamento restrito aos hóspedes em trânsito. Em parques e espaços públicos fica permitida, apenas, a realização individual de práticas esportivas.

Pressão

Ao longo de toda semana, o governo enfrentou pressões de políticos e empresários para a reabertura do comércio. Atualmente, Manaus encontra-se em fase vermelha de classificação de risco para transmissão de Covid-19. Contudo, os 61 municípios do interior encontram-se na fase roxa, que corresponde à classificação máxima.

Melhora tímida

Embora tenha divulgado na transmissão que a taxa de transmissão do novo coronavírus (RT) apresentou uma redução de 1,3 para menos de 1,0 nas primeiras semanas do mês de fevereiro, o sistema de saúde do estado, tanto público quanto particupar, seguem em colapso. A taxa ocupação de leitos de terapia intensiva, segundo último boletim da Fundação de Vigilância em Saúde é de 90% .

Foto: Diego Peres / Secom

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: