Clubes apoiam MP e aumento de concorrência nas transmissões do futebol

0

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu nesta terça-feira, no Palácio do Planalto, um grupo de presidentes de oito clubes de futebol da Série A: Athletico Paranaense, Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Internacional, Palmeiras e Santos.

Os clubes declararam apoio à Medida Provisória nº 984/2020, assinada pelo presidente Bolsonaro, que determina que os direitos de transmissão sejam do clube mandante, abrindo novas possibilidades de fontes de receita. Mostraram-se também favoráveis a outras medidas que tramitam no Congresso Nacional sobre legislação esportiva, a exemplo do clube-empresa.

O grupo também conversou sobre temas tratados no Projeto de Lei 3.832, que altera a Lei da TV Paga permitindo que empresas de telecomunicações invistam diretamente em conteúdo esportivo brasileiro.

Ameaça e risco de monopólio

Os oito clubes que têm contrato com a Turner sofrem com a ameaça da empresa americana de romper o contrato dos direitos de transmissão em TV Paga do Campeonato Brasileiro em 2020.

O possível rompimento chega num momento financeiro delicado, por conta da pandemia do Covid-19, que paralisou os campeonatos em andamento no Brasil e prejudicou o planejamento dos clubes.

Além de representar sérios problemas econômicos aos oito clubes, o rompimento ainda poderia trazer de volta o contexto de monopólio nas transmissões do futebol brasileiro.

Os oito clubes foram representados pelos seguintes dirigentes: Robinson Passos de Castro e Silva (Ceará), Marcelo Cunha da Paz (Fortaleza), Eduardo Bastos De Barros e Samir Namur (Coritiba), Aguinaldo Coelho de Farias (Athletico), Maurício Galiotte e André Sica (Palmeiras), Guilherme Bellintani (Bahia), Matheus Del Corso Rodrigues (Santos) e Marcelo Feijó de Medeiros (Internacional).

Ainda nesta terça-feira, os clubes encontrarão os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui