Warner confirma lançamento do “Snydercut” de Liga da Justiça em 2021

0

O diretor Zack Snyder anunciou em seu perfil do Twitter que a Warner Brothers aprovou o lançamento oficial do seu corte de Liga da Justiça, chamado de SnyderCut pelos fãs, na plataforma HBO Max, em 2021. Snyder vinha usado suas redes sociais para apresentar como seria sua versão do filme, algo que empolgou os fãs e atores envolvidos no projeto, que promoveram uma campanha nas redes sociais pelo lançamento do filme.

O diretor comandava a produção quando precisou se afastar por motivos particulares no começo de 2017, meses antes do lançamento, em novembro. Assim, a edição final da película foi produzida pelo também diretor Joss Whedon (Os Vingadores). No entanto, a versão lançada nos cinemas não agradou nem os fãs, nem a crítica e conseguiu uma das menores bilheterias do Universo Cinematográfico da DC Comics, com pouco mais de R$ 650 milhões no mundo todo, considerado baixo.

A paralisação da indústria do entretenimento no mundo todo em função da pandemia do novo coronavírus foi decisiva para o lançamento da versão original do filme. Isso porque, dentro de alguns meses, o mercado deverá sofrer com a escassez de produções do gênero, o que deve afetar o consumo principalmente nas plataformas de streaming. A HBO Max é a grande estratégia da Warner para competir com outras empresas como a Netflix e a Amazon por este lucrativo mercado.

A maior prova disso é que a Warner Bros. parece estar levando esse relançamento muito a sério. O plano do estúdio é, além de terminar os efeitos especiais inacabados, reunir todo o elenco do filme para gravarem cenas adicionais, com o resultado final podendo custar até $30 milhões.

A dúvida agora é saber se um dos protagonistas, o ator Henry Cavill, voltará a vestir a roupa do Superman. Afastado do personagem desde as refilmagens de Liga da Justiça, o ator foi alvo de uma série de especulações na imprensa especializada de que não voltaria ao posto. No entanto, o retorno de Zack Snyder, que trouxe Cavill para o papel em 2013, quando ambos estiveram envolvidos na produção do último filme do personagem, Homem de Aço, pode mudar tudo.

Trama

A trama original iria explorar mais a morte e o retorno do Superman, ligando o personagem aos chamados Novos Deuses, grupo de seres espaciais da editora de quadrinhos. O plano envolvia a divisão de Liga da Justiça em duas partes, que seriam lançadas no outono de 2017 e 2018, respectivamente.

A conturbada produção, contudo, fez os planos mudarem e apenas um filme ser lançado. Com o fracasso do longa, a ideia de um universo compartilhado perdeu força e os novos filmes do estúdio passaram a se concentrar nos personagens isoladamente. O êxito de filmes como Shazam e Aquaman pareciam ter sepultado definitivamente a ideia de um universo compartilhado. Se isso mudará no futuro, só o tempo dirá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui