Provocativo

Comemorar golpe é o novo “Golden Shower” de Bolsonaro

Por Fred Santana

É perda de tempo mostrar fotos e reportagens de pessoas mortas ou torturadas na Ditadura Militar para Bolsonaro e seus apoiadores. Eles não se importam com isso. Na verdade, não apenas acham justo como até pouco. Ou esqueceram da sua frase “o erro da ditadura foi torturar e não matar”? Discutir moralidade com escroques é perda de tempo.

Bolsonaro é um vácuo de ideias e propostas preenchido por ódio e teorias da conspiração. Pela sua incapacidade, quando não consegue fugir dos questionamentos, adora fazer teatro. No carnaval, quando foi xingado pelos quatro cantos do Brasil, usou a mesma estratégia de apelar um fato distorcido para gerar polêmica: a do lamentavelmente famoso episódio do “Golden Shower”.

Ao determinar ao Ministério da Defesa “que sejam feitas comemorações em unidades militares” em referência a 31 de março de 1964, data que marca o golpe que deu início à ditadura militar no Brasil, Bolsonaro tenta tirar o foco da sua catastrófica gestão que já mostra sinais negativos na economia, gera críticas e conflitos entre aliados e coloca em cheque sua maior missão: aprovar a Reforma da Previdência.

No próximo 31 de março, a sociedade deve sim, dar a devida resposta ao presidente que não respeita a memória das vítimas de um golpe sórdido, mas sem tirar o foco do combate ao fascismo que Bolsonaro representa. Que ele seja cobrado pela incapacidade de governar, pelos rumos que está dando ao país (em especial na economia) e, principalmente pela sua ligação com milicianos assassinos.

Porque questionar sua moral é bobagem. Isso ele nunca teve.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.