Provocativo

A verdadeira imprensa tem de ser inimiga de Bolsonaro

O presidente Bolsonaro, como de costume, mente e aponta a imprensa como sua inimiga. Nem precisava.

A imprensa séria, comprometida com a democracia e o Estado democrático de direito precisa ser inimiga declarado de qualquer fascista. Logo, todos nós, da imprensa, somos inimigos declarados do atual governo, composto por fascistas.

Claro que o combate precisa ser travado dento do Estado Democrático de Direito, afinal, mesmo com a chicana envolvendo o ex-presidente Lula, Bolsonaro foi legitimamente eleito.

E cabe ao jornalismo fiscalizar duramente a atual gestão, sempre com ética e respeito às leis. A podridão aparecerá naturalmente. Mas o objetivo deve ser apenas um: limpar o fascismo da política brasileira.

Com relação a seu filho, a verdade basta para destruí-lo. Nós apenas vamos noticiar algo que justiça está trazendo à tona sem muito esforço.

Bolsonaro não precisava mentir. Mas a compulsão falou mais alto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.