Esportes

Libertadores: Santos empata sem gols. E ainda: o returno do Brasileirão

O Santos saiu da Argentina com um empate sem gols na noite desta terça-feira, no Estádio Libertadores da América, em Buenos Aires, pela partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. O time paulista jogou com um jogador a menos por boa parte do segundo tempo (Dodô foi expulso por falta violenta), mas conseguiu segurar o resultado.

Com o empate, o Santos pode vencer por qualquer placar no duelo de volta, marcado para terça-feira, às 19h30 no Estádio do Pacaembu, para avançar às quartas de final. Empate com gols dá a classificação para o time argentino.

Independiente 0 x 0 Santos FC

Estádio: Libertadores da América, em Buenos Aires (ARG), no dia 21 de agosto de 2018;
Árbitro: Diego Haro (PER);
Auxiliares: Jonny Bossio (PER) e Victor Raez (PER);
Cartões amarelos: Carlos Sánchez, Lucas Veríssimo, Dodô e Gabriel (SFC); Francisco Silva, Bustos, Cerutti, Campaña e Gastón Silva (IND);
Cartão vermelho: Dodô (SFC);

Santos FC: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Hernique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez (Bryan Ruiz) e Diego Pituca; Rodrygo (Derlis González), Gabriel e Bruno Henrique (Eduardo Sasha). Técnico: Cuca.

Independiente: Campaña; Bustos, Burdisso, Brítez e Gastón Silva; Francisco Silva, Pablo Hernández, Cerutti (Verón), Meza e Braian Romero (Pizzini); Giliotti. Técnico: Ariel Holan.

Começa o segundo turno do Brasileirão

Nesta quarta-feira (22) tem início o segundo turno do campeonato brasileiro de 2018. Depois de 190 jogos, o primeiro turno do Brasileirão chegou ao fim com o São Paulo como líder e “campeão simbólico”.

Com 41 pontos somados, o São Paulo bateu o seu recorde de pontuação no primeiro turno desde que o Brasileirão passou a ter o formato atual (2006). A antiga marca era de 2007, quando o clube foi campeão e somou 40 pontos no primeiro turno. Até hoje, a maior pontuação de um clube no primeiro turno do Brasileirão pertence ao Corinthians, que chegou aos 47 no ano passado.

O Atlético-MG, com 32 gols marcados, foi o melhor ataque da competição. O Galo concentrou boa parte de seus gols nos pés de dois jogadores: Roger Guedes, que já deixou o clube, e Ricardo Oliveira, com nove gols cada. O atacante atleticano está em uma disputa com Pedro, do Fluminense, que é o artilheiro do Brasileirão, om 10 gols. Por outro lado, a melhor defesa foi a do Grêmio. Comandado por jogadores de alto calibre, como Marcelo Grohe, Pedro Geromel e Walter Kannemann, o sistema defensivo do Tricolor sofreu apenas oito gols em 19 jogos.

Foto: Ivan Storti/SantosFC
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.